O que você precisa saber para começar o treinamento em Fingerboard e em Campus Board

Compartilhe

A escalada é um esporte de habilidades mentais e técnicas, mas, a longo prazo, para continuar evoluindo, algumas habilidades específicas serão necessárias, e é aí que entra os treinamentos de finger e campus. É certo, independente de qual seja seu estilo favorito de escalada, em algum momento, fortalecer seus dedos se tornará o diferencial para que você consiga realizar um projeto ou até mesmo subir de grau com segurança.

Pensando em sempre te levar a superar seus limites, separamos algumas informações para que você conheça mais sobre esses equipamentos que podem potencializar sua escalada, olha só:

 

1. Por que os fingerboards e campus boards são tão populares?

Desde que foram criados em meados dos anos 80, os fingeboards e campus boards têm se espalhado pelas academias e casas de escaladores pelo mundo por permitirem o aumento da performance. O campus, por exemplo, foi criado por Wolfgang Güllich, um dos maiores escaladores da década de 80 e 90 para concluir seu projeto “Action Directe”. Com esse treinamento, ele conseguiu,  em 1991, realizar o projeto e elevar a escalada esportiva a um nível jamais esperado. Nesses 40 anos de história, diversos escaladores aprimoram técnicas e protocolos de utilização desses equipamentos para concluir projetos desafiadores.
Além disso, fáceis e práticos de serem montados em até mesmo uma casa ou apartamento, eles se tornaram um boa opção por permitirem treinos com isolamento de uma variedade de posições e com o aumento/controle progressivo das cargas por oferecerem uma diversidade de pegadas e profundidades. Dessa forma, foram ganhando cada vez mais espaço na rotina de treinos de escaladores que desejam aumentar sua performance dentro do esporte.

 

 

 

2. Quando começar o treinamento em fingerboard e campus board?

Os treinamentos específicos, juntamente com os de técnica e de movimentação, irão te auxiliar a aprimorar sua escalada. Mas, se você é novo no esporte, aguente os ânimos, jovem escalador! Como qualquer treinamento esportivo, o finger e o campus devem ser realizados com cuidado. Pensa só, você acabou de começar a escalar, leva um tempo para que seus músculos e tendões estejam preparados sustentar seu peso sobre uma falange. Inicialmente, pode ser mais interessante treinar movimentações e fortalecer outras musculaturas. O lado bom dessa história é que hoje já existem treinos destinados a cada fase que você irá percorrer na escalada, o importante é respeitar seu corpo e ter um apoio de um profissional da área para adequar o treinamento às suas estruturas e necessidades.

Fingerboard e em Campus Board

 

3. Qual a diferença de um treino em finger e um em campus? 

O fingerboard é um equipamento que irá te permitir trabalhar de diversas formas a força e a resistência específica nas mãos e dedos para escalada, isso pela diversidade de agarras e profundidades que o equipamento oferece. Diferente dele, o campus board, apesar de não oferecer tantas formas diferentes de pegas, permite que você treine passagens e explosão nas suas movimentações. Por isso, em centros de treinamentos, há fingers e campus, para que cada um ofereça ao atleta a possibilidade específica de treino.

Finger ou Campus Diferença

4. Quanto tempo devo destinar para os treinamentos?

Olha, um treinamento de finger ou campus pode durar algo em torno de 15 minutos – sim, prático e rápido! Orienta-se que seja feito um aquecimento antes para prevenir lesões, mas com 30 minutos você é capaz de realizar seu treino completo com qualidade. Uma dica importante é prestar atenção aos descansos, pois eles são essenciais para o ganho de força. Dessa forma, inclua os treinos de Finger e Campus na sua rotina de 2 a 3 vezes na semana, intercalando os descansos e tirando entre 30-60 minutos para essa prática.

 

5. Quais são os protocolos mais conhecidos?

Protocolos são aqueles treinos já registrados por escaladores profissionais, alguns, mais famosos, a partir de bases científicas, como é o caso do protocolo de Eva Lopez-Rivera e o de Michael L. Anderson e Mark L. É possível encontrar pela internet todos os esses treinos com variações de iniciantes a avançados, fica o beta!

 

6. Como montar meu próprio centro de treinamento?

Como já abordamos aqui, é bem prático montar seu próprio centro de treinamento com finger e campus e você não precisa de muito espaço, podendo adaptar os equipamentos ao espaço que você possui. Na nossa loja, você encontra kits para montar seu campus e fingerboards com a qualidade 4climb. Nossas ripas e bolas são feitas com madeira de reflorestamento e com um acabamento impecável para que você tenha a melhor experiência possível nos seus treinos. Desenvolvido para ser um dos mais completos fingerboads do mercado, o finger ALL-IN da 4climb contém todos os tipos de pegas para um bom treinamento. E aproveita o preço de lançamento que já é pra fazer aquele investimento certo para dar um upgrade no seu treino!

Fingerboard-e-em-Campus-Board-Montagem
Olhar um fingerboard e um campus board pode inicialmente causar um certo desconforto caso você ainda não utilize-os em sua rotina de treinamento. Mas eles são tão úteis para nós mortais quanto para os grandes atletas. E muitos dos exercícios não são tão impossíveis quanto você imagina, pode acreditar!

 

Ficou curioso para saber mais? Então conta aqui nos comentários: o que você gostaria de saber sobre os treinos de fingerboard e campus board?

Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo.

4climb-logo-footer

Supere seus limites, STRETCH YOUR LIMITS, esse é o foco sempre.

© 2018 Todos os direitos reservados, feito com  para você